Aos amantes de vinho, esse post é dedicado a vocês.

Que viajar é uma delícia todo mundo já sabe, ainda mais quando o destino é tão desejado. E se fizermos a junção de uma viagem incrível com um destino aconchegante que conta com vinícolas e adegas para se aventurar?

Uma ótima notícia é que, existem vários roteiros ideais para quem ama vinhos, com oportunidades para conhecer adegas, pisar nas uvas, conhecer a história de cada uma delas, a colheita e no final, fazer aquela degustação maravilhosa.

Com um roteiro desse, as vinícolas proporcionam aos turistas a oportunidade de conhecer bem de perto o processo de fabricação dos vinhos renomados mundialmente.

Se você se programar para viajar no período certo de acordo com cada destino, pode ter a oportunidade de participar de festas tradicionais de colheita e uvas e celebrações típicas.

Na Argentina, por exemplo, é possível curtir o evento de vinho entre os meses de março e abril. Já em Portugal, as celebrações ocorrem em setembro e é possível acompanhar a safra.

Europa

– Portugal

Destinos especiais para os amantes de vinho
Vinícola em Portugal

É impossível não mencionar Portugal nessa lista, pois é conhecido mundialmente por sua extensa variedade de vinhos. De norte a sul de Portugal, você pode conhecer diferentes áreas produtoras de vinho, como as rotas do Vinho Verde, do Vinho do Porto, da Bairrada, dos Vinhos da Península de Setúbal e do Alentejo.

São mais de 250 castas de uvas que apresenta ampla oferta de todos os tipos. Na região norte de Portugal, a Rota do Vinho Verde é a maior do país, com mais de 34.000 hectares, e é demarcada desde 1908. Quem optar por conhecer o roteiro da Rota do Vinho Verde, poderá curtir praias, montanhas, vales e rios, além de uma paisagem exuberante, onde o verde é a cor dominante. Daí surgiu o nome de Rota do Vinho Verde.

Continuando pela costa atlântica até Porto e para Sul até as margens do rio Vouga, a região é totalmente verde, linda de se ver. Já o Douro, que se situa ao nordeste do país, é a mais antiga demarcação vinícola do mundo – desde 1756. Reconhecida como Patrimônio da Humanidade pela Unesco desde 2001, a região é famosa pelo Vinho do Porto.

Outra grande atração enoturística é o Alantejo, no Sul do país, onde se encontram vários dos principais produtores nacionais. Há extensas planícies com olivais e florestas, e a vinha corre juntamente com essa bela paisagem. Considerada uma das maiores regiões vitivinícolas de Portugal, a região é dividida em oito sub-regiões: Reguengos, Borba, Redondo, Vidigueira, Évora, Granja-Amareleja, Portalegre e Moura.

A Península de Setúbal, que está localizada em Lisboa, é composta por Montijo, Palmela e Setúbal, e vem se destacando no setor e conquistando espaço de prestígios desde o final do século XX.

Roteiros:

Os roteiros, sejam qual você optar por fazer, não incluem somente as adegas, vinhas e caves portuguesas, mas incluem também, uma viagem cultural pelas tradições e costumes das regiões, quintas e casarões históricos. Se você for no fim do verão, há também o período da colheita e de celebrações típicas, com muita festa e diversão garantida.

– Espanha

Destinos especiais para os amantes de vinho
Vinícolas na Espanha

A Espanha é um país lindo, com cidades incríveis e diversas atrações para todos os gostos. Considerada também, um dos principais produtores de vinho do mundo, ficando atrás apenas da França e Itália.

Há variedades de regiões que encantam aos amantes de vinhos, fazendo com que o viajante precise reservar alguns dias para conseguir conhecer e explorar bem. Contudo, se o seu tempo é curto para rota do vinho na Espanha, a dica é conhecer La Rioja.

La Rioja é a região mais famosa por sua produção de vinhos do país e é roteiro praticamente obrigatório para os enófilos. O local fica a 145 km de Bilbão e abriga diversas propriedades, entre elas a Bodega Marques de Riscal, uma das mais famosas e antigas do país, construída em 1858.

A arquitetura da Bodega Marques de Riscal é moderna, contudo, não perdeu o charme e ar histórico que possui. É aqui que você encontra a junção dos melhores vinhos, de uma culinária deliciosa e hotelaria em um só local.

– França

Destinos especiais para os amantes de vinho
Vinícolas na França

Estima-se que a fabricação de vinhos na França, esteja acima dos 46 milhões de hectolitros (cada hectolitro representa 100 litros de vinho). É um orgulho para os franceses e o vinho está na vida cotidiana de cada um deles. Conhecido mundialmente por seus sabores deliciosos, a França tem mais de 15 regiões com vinícolas e dezenas de denominações de origem.

A famosa região Bordeaux é um dos destinos cobiçados pelos turistas, sendo a região considerada a mais importante do país quando se trata de vinho, e os turistas procuram-na também, quando querem fugir dos altíssimos preços de Paris.

Um prato cheio e uma ótima pedida par quem gosta de conhecer vinhedos e degustar excelentes rótulo recém-saídos do barril. A animação é certa, pois possui diversos bares, museus e obras de artes incríveis, e a região mantém o ar medieval, mantendo o clima original.

A charmosa e linda cidade de Saint Emillion fica apenas a 30 minutos de trem de Bourdeaux e proporciona um passeio de bate e volta para quem quer degustar os maravilhosos vinhos e explorar uma cidadezinha aconchegante e rica em sua história. Caminhar por suas ruelas é como ser transportado para o passado, podendo curtir as lojinhas de vinho, chatêaus e restaurantes que é um charme só.

Saint Emillion ficou conhecida por produzir os famosos Vinhos Grand Cru. É conhecido por ser um dos melhores nas categorias da bebida. Com toda certeza, vale a pena curtir esse local delicioso e experimentar esses vinhos maravilhosos.

– Itália

Destinos especiais para os amantes de vinho
Vinícolas na Itália

Que a Itália encanta qualquer enófilo e é uma parada obrigatória para os apaixonados por vinho todo mundo já sabe. A região que mais se destaca pela importância na produção da bebida é a Toscana, se tonando um dos destinos mais procurados do país e parte disso se dá pelas cidades medievais e rotas de vinhos incríveis da região.

Eleita pelos turistas a melhor parte de Toscana, a região do Chianti é ideal para quem quer curtir o mundo dos vinhos, já que é lá que está a Estrada SS222, também nomeada de Via Chiantigana. Ela liga Siena a Florença, cruzando o coração da zona vinícola da região. Produz o tinto seco de mesmo nome, elaborado com as valorizadas uvas Sangiovese.

O vilarejo é um verdadeiro paraíso à parte, que encantam a todos que o optam por conhece-lo e fazer essa rota do vinho. Apresenta uma sucessão de colinas e vinhedos num tom verde-jade único e natural.

Como destaque, está a Barone Ricasoli, que é considerada a mais antiga da Itália, por ser dona do Vinho Chianti, que nasceu lá no século 9. A propriedade está instalada em um incrível castelo medieval, proporcionando a você, conhecer seu interior e a plantação de vinho ao redor.

A região produtora de Montalcino foi declarada Paisagem Cultural Patrimônio Mundial da UNESCO, que por si só já deixa claro que vale ser visitada.

Há também, tour e degustações por Asciano e Pienza, que deixam os turistas sem palavras para descrever tamanha experiencia.

– Grécia

Vinícolas na Grécia
Vinícolas na Grécia

A Grécia é um destino incrivelmente lindo e muito cobiçado pelos casais românticos, principalmente casais em lua de mel. Santorini é o point da Grécia e não é por menos, afinal, que lugar indescritível e maravilhoso não é mesmo?! Um vilarejo charmoso e fofo em meio ar Mar de Egeu.

O que muitos turistas não sabem é que, a Grécia, não reserva apenas Santorini com seu mar maravilhoso, e sim, para os amantes de vinho, é possível encontrar por lá um verdadeiro roteiro para os enófilos, um roteiro de tirar o folego.

Santorini possui um solo único devido a sua origem vulcânica, tornando a produção de vinhos exclusiva, com uma uva bem popular na região: a Assyrtiko. Uma vinícola da região que é bem conhecida é a Santo Wine, que proporciona tours exclusivos pela propriedade de acordo com o gosto dos turistas.

Você pode conhecer a vinícola, degustar maravilhosos vinhos e ainda curtir uma paisagem pra lá de surreal. Não é qualquer passeio não, é realmente de tirar o fôlego.

América do Norte

– Estados Unidos

Califórnia é famosa mundialmente por suas praias maravilhosas e paradisíacas. Contudo, não é só praias que fazem sucesso por lá.
Vinícolas nos Estados Unidos

Califórnia é famosa mundialmente por suas praias maravilhosas e paradisíacas. Contudo, não é só praias que fazem sucesso por lá. Aos apaixonados por vinho, a Califórnia é dona de centenas de vinícolas imperdíveis que variam desde produções caseiras até produções de grande escala industrial.

Enquanto nos outros países que mencionei acima, a dica é sempre fazer um tour pela vinícola, pois as mesmas oferecem o passeio, na Califórnia eu indico que você alugue um carro, para conhecer e explorar melhor a região, pois ela tem muito de bom o que oferecer.

Napa Valley é a melhor opção e o local perfeito para quem quer explorar vinhos de altíssima qualidade. Eles sempre ganham destaque total quando o assunto é vinícola nos Estados Unidos, e fazem por merecer para ganharem esse título, pois os vinhos são incríveis.

Você vai adorar fazer um tour de carro por essa região maravilhosa, e mais uma dica que dou é que, não deixe de ir na V. Sattui Vinery, que é um comércio que oferece degustações, piquenique e muito mais. Vale muito a pena conhecer os tipos de vinhos e espumantes da Califórnia.

América do Sul

– Argentina

Vinícolas na Argentina
Vinícolas na Argentina

Mendoza é um dos principais e bem cobiçados destinos para os amantes de vinhos na Argentina. Concentrando-se 70% da produção de vinho, possui três principais regiões: Luján de Cuyo, Maipú e Valle de Uco, formando a rota do vinho. Os vinhos feitos em Mendoza são conhecidos por sua alta qualidade, e as vinícolas oferecem aos turistas, paisagens de tirar o folego de lindas.

Cercada pela Cordilheira dos Andes, essa cidade charmosa proporciona aos turistas o “Caminho do Vinho”, com degustação nas principais regiões, oferecendo ao turista, uma forma de experimentar e tirar suas próprias conclusões das características de cada bebida.

Mendoza possui uma infraestrutura fantástica para receber os turistas de todo o mundo. Quem opta por conhecer essa linda cidade, tem como principal atração o roteiro pelas vinícolas, e é altamente recomendável conhecer cada uma delas. Além da degustação, é possível conhecer a história das uvas, ver bem de pertinho a produção do vinho e curtir as vinícolas.

Não poderia deixar de mencionar a Bodega Catena Zapata, que é um famoso local, pois, produz um dos vinhos mais renomados mundialmente. A Bodega oferece ao turista tours completos, para conhecer cada detalhe da história, e proporciona aos enófilos, um cenário surreal de lindo.

– Brasil

No nosso Brasil, há um destino incrivelmente fantástico para os amantes de vinho, o Vale dos Vinhedos.
Vinícolas no Brasil

No nosso Brasil, há um destino incrivelmente fantástico para os amantes de vinho, o Vale dos Vinhedos.

Se situa a 120 km de Porto Alegre e foi eleita diversas vezes, a principal produtora de vinhos e espumantes do Brasil.

São diversas vinícolas entre três cidades, sendo elas Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul, formando assim a Rota do Vinho.

Uma dica é que aluguem um carro para aproveitar a região e conhecer todas as vinícolas e vinhedos, pois valerá muito a pena, e as três cidades não ficam tão longe uma da outra.

Bento Gonçalves está a 13,6 km de Garibaldi que está a 24,4 km de Monte Belo do Sul. Monte Belo do Sul fica a 27,7 km de Bento Gonçalves.

Um dos pontos turísticos mais conhecidos no Sul se situa na cidade de Bento Gonçalves, de nome Miolo. É uma das casas de vinho mais conhecidas do Brasil e para os enófilos, é altamente recomendável, sendo um destino praticamente obrigatório conhecer e explorar.

Miolo é um complexo gigantesco, com vinícola, fábrica de vinho, restaurante e até hotel para quem quer explorar por mais tempo o local. Esse é um destino maravilhoso.

– Chile

Vinícolas no Chile

É praticamente obrigatório mencionar o Chile quando o assunto é vinho. Sabemos que é tudo lindo no Chile e que, é um destino que une de tudo um pouco, bem como curtir um frio na neve, ou um calor no deserto. Famoso por seus vinhos deliciosos, o país produz, em média, 13 milhões de hectolitros por ano.

Há três grandes regiões de destaques de vinhedos, sendo, o Oceano Pacífico, região chamado de Costa; a planície central, conhecida como Entre Cordilheiras e a terceira região que é bem próximo da cordilheira, que leva o nome de Andes.

Existe alguns destinos que, é necessário, que o turista viaja quilômetros para chegar até as vinícolas. No entanto, no Chile é possível visitar vinícolas andando apenas alguns minutos da capital de Santiago.

O Vale do Maipo, uma região que se localiza a 35,5 da capital, possui uma infraestrutura ótima, contando com o maior número de vinícolas do país. É conhecida por ser a única vitivinícola do mundo ao redor de uma capital imensa como Santiago. Foi no Vale do Maipo que a Carmenère foi redescoberta.

Há também outras opções bem famosas como o Valle Colchagua. É uma região muito procurada por possuir uma infraestrutura perfeita e possuir preços mais atrativos se comparada as outras regiões.

Um ponto que é um cenário de filme para os enófilos, com opções de escalar as montanhas para apreciar por completo a paisagem incrível.

É oferecido ao turistas degustações e almoços deliciosos. É garantido fotos incríveis, pois esse destino é fantástico de lindo.

África

– África do Sul

Vinícolas na África do Sul
Vinícolas na África do Sul

E nada melhor que, encerrar esse post mencionando os vinhos da África do Sul, que recebe milhares de turistas por ano que buscam vinhos do país.

Há cinco conhecidas regiões, sendo Coast, Olifants River, Boberg, Breede River Valley e Klein Karoo.

Foi na África que aconteceu o cruzamento da uva Pinot Noir e a Cinsaul (Hermitage), dando origem a Pinotage.

As cidades de Stellenbosh e Franschhoek estão entre os destaques na produção de vinho na África.

Stellenbosch se situa a 50 km da capital e é uma cidade que conta com sua arquitetura holandesa, pois a influência dos holandeses em Stellenbosch é imensa. É lá que se encontra a famosa Vineyard Hiking, uma trilha com 24 km para que os visitantes andem por ela e curtam os vinhedos e oliveiras. Com mais de 150 propriedades destinadas ao vinho, a região é a segunda colônia europeira mais antiga do país, fazendo parte consideravelmente do crescimento do enoturismo.

Já a cidade de Franschhoek, mantém suas características francesas em sua produção de vinhos, onde você também pode passear pelas vinícolas e fazer degustação dos vinhos. É nessa região que se encontra a vinícola Plaisir de Merle, uma das maiores e famosas do país, com 974 hectares e variedades de vinhos brancos, tintos e espumantes.

Dica: A vinícola The House Of JC Le Roux é a principal fabricante de espumantes da África do Sul, o que a torna, um destino fantástico e praticamente te obriga a fazer uma parada. Próximo dela, tem também, a vinícola Neethlingshof, que é considerada pelos turistas uma vinícola maravilhosa de linda. Esta, proporciona opções de harmonizações aos turistas e sabores indescritíveis.

Confira também:

Conheça 23 destinos de ecoturismo do Brasil!

Cidades românticas para curtir a dois próximas a São Paulo!

Monte Verde – a “Europa” mineira

Petrópolis – O Império Serrano